Shop More Submit  Join Login
×

:iconvingadoresdofandom: More from vingadoresdofandom


More from deviantART



Details

Submitted on
March 20, 2008
File Size
32.8 KB
Thumb

Stats

Views
959 (1 today)
Favourites
0
Comments
25
×
Título original: A Lei da Sexualidade
Autora: Rakina
Link para tradução: www.fanfiction.net/s/2850491/4…

Capítulo Quarto: Qualquer encorajamento.</u> [Apolo: Eu tô precisando pra continuar essas ripagens...]

Ponto de vista do HARRY:

Minha consulta com Remus me deixou certo de várias coisas: [Apolo: "Eu estava usando O.B. do tamanho errado! Ai que burrinha eu!"] que eu gostaria de ter minha primeira experiência com um homem [Apolo: Aaahhh isso a gente já desconfiava!] e que faria sentido que fosse um homem velho e poderoso o suficiente para me aceitar, [Apolo: Isso nos deixa com poucas alternativas: a) Sgaype. b) Dumbledar. c) Voudarmort...]  bem como os riscos que eu trago de brinde, e quem sabe até me cogitar como consorte. [Apolo: Sente que o cara tá na maior calma considerando pra QUEM IRÁ DAR O RABO.] Uma vez que eu aceitei tudo isto, [Apolo: O mais difícil, flor do campo!] subitamente minha mente parece dar mais alguns passos em direção ao meu despertar sexual. [Apolo canta distraído: I love the flowers...]

Eu começo a prestar mais atenção nos homens: [Apolo: GERALMENTE quando um gay sai do armário isso acontece...] na aparência deles, no som de suas vozes, [Apolo: Aí aparece AQUELE gaybear PitBicha e dá um berrão no ouvido do Harry: "IAE, HARRYZÃO! CUECÃO DE COU-RÔ!"] no formato de seus corpos, [Apolo: Ele tá é interessado no formato da BENGA dos caras...] no modo como interagem uns com os outros, como se movem, qual o cheiro deles... [Apolo: Argh, escolheram bem a fic pra eu ripar...] Então começo a sonhar: sonhos eróticos quando durmo, [Apolo vomita o cérebro.] fantasias quando estou acordado. De repente, meu cérebro parece achar sexo um dos temas mais fascinantes do mundo, [Apolo: WELCOME TO A ADOLESCÊNCIA!] a despeito do longo tempo em que este foi ignorado. [Apolo: Bota longo nisso! (TEMPO, PORRA!)]

Descobri que não é como se houvesse muitos candidatos se matando pela chance de ser o Capacitador do Menino que Sobreviveu [Apolo: Até porque você não deve ser muito atraente pros homens - e nem pras mulheres, aliás.] – não por aqui, de qualquer forma, e nem que eu possa confiar com segurança. [Apolo: Uai, balada GLS!] Dos homens mais velhos de Hogwarts, os que não são velhos demais, [Apolo: Então Snape tá fora do contexto!] pouquíssimos são os disponíveis e muito menos são aqueles com os quais eu me imaginaria numa cama. [Apolo: JÁ PAROU PRA PENSAR NISSO?! PORRA!] Eu sento em minha cama uma noite dessas, com uma pena e um pedaço de pergaminho, escrevendo uma lista de nomes. [Apolo: Na boa, eu já estive em épocas de pindaíba, mas peraê... sair escrevendo lista pra ver quem tu vai pegar é muito deprimente...] É uma lista bem curta. Pensei em acrescentar o nome de Remus, [Apolo: KAKAKAKAIUAUAUAUKAU! "Diretooooor... tem como você fazer um favor pra mim?"] mas alguma coisa me fez crer [Apolo: Créu!] que o velho amigo do meu pai não pensaria em mim dessa forma e eu mesmo nunca pensei em Remus como algo além de um amigo e um conselheiro. [Apolo: E o rival do seu pai? O Snapuxo?! Você já pensou na bunda cabeluda dele?!] O mesmo se aplica a Sirius, é claro; e eu devo acrescentar que a idéia de entregar minha virgindade ao meu padrinho tampouco me parece certa. [Apolo: Melhor eles que um zé qualquer né jão!]

Meu senso de lógica se aproxima [Apolo: Cof, cof...] e parece forçar minha mente em um único nome e este nome tem começado a habitar meus sonhos e fantasias, [Apolo: Não sendo o meu, TÔ SUSSA.] dando um rosto àquela figura masculina que eu imaginava me beijando, me empurrando e segurando. [Apolo: Bréd Piiiiti!] Para minha completa surpresa, essa pessoa é [Apolo: "...Leonardo Humpfrey."] Severus Snape. [Apolo: YYYYYYYYYYYEEEEEEEEEECCCCCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!]

Que espantosa conclusão! [Apolo: Minha Nossa Senhora do Gato Pardo! Não acredito! Oh! Você paga pau para o morcegão das Trevas mais enrustido de todos os tempos! Que conclusão brilhante!] O bastardo sebento, o Morcegão das Masmorras, [Apolo: Pare de ler minha mente!] o último sádico filho da mãe... [Apolo: Último de onde? Dos moicanos? (essa foi podre)] E ainda assim... E ainda assim... Ele é jovem o suficiente [Apolo: Nem de espírito o cara é jovem, meu filho...] – só cerca de vinte anos mais velho que eu, o que significa um nada em comparação à longevidade de um bruxo [Apolo: O que eu tenho que aturar, Merlin... *balança a cabeça*] – certamente é poderoso, [Apolo: Já tá pensando nisso?!] está habituado a encontrar com Voldermort muito mais vezes que qualquer um que eu conheço. [Apolo: Então é comprometido!] É atraente, [Apolo cospe o suco.] num jeito estranho, obscuro e intenso, e a voz dele é tão... tão... [Apolo: Vai bater uma pro Alan Rickman, vai!] Bom, ela me fascina e me faz sentir como se meus joelhos fossem de geléia. [Apolo: Snape vai adorar...] Ele é solteiro (eu perguntei a Hagrid), [Apolo: E Hagrid Rubens (combinou hahaha!) sabe tudo da vida amorosa das estrelas famosas de Hoggy, é?] creio que ele está disponível. Mas... Ele sequer me levaria em consideração? [Apolo: Eu tenho o leve palpite de que Snape acharia no mínimo engraçadinho enrabar o filho de seu antigo rival féladaputa, James.] Sem cair na gargalhada ou me expulsar a pontapés de sua sala? [Apolo: Eu adoraria que essa fic não fosse slash pra isso acontecer!] Ele ao menos dorme com homens? (Com garotos?) [Apolo: PEDÓÓÓÓFI!]

Toda vez que realizo algum progresso, tomo alguma decisão, parece que sou apenas guiado para mais e mais dúvidas e complicações. [Apolo: "Ai amiga, quando eu passo na frente de uma loja, me aparece CADA promoção de lingerie! Ai que dúvida!"] Uma pergunta enorme é: [Apolo: "Enorme? Do jeito que eu gosto!"] posso confiar em Snape? Eu acho que sim, mas... Eu ainda preciso pensar um pouco. [Apolo: Use a cabeça de cima, por favor.]

Minha possível escolha de parceiro me deixou desconfortável a princípio, mas quando meus sonhos começaram, quando comecei a encará-lo nas aulas e no Salão Principal... [Apolo: Cês vão começar a ver que as notas dele vão melhorar na matéria do Morcegão...] Comecei a aceitar Snape (Severus) [Apolo: PARE COM ESSES PARÊNTESES IRRITANTES!] como o objeto do meu desejo. [Apolo: Bom que essa autora nem desconfia o que é legilimência e a gente nem tem como comentar...] A despeito – ou talvez por causa – de nossa história de antagonismo, nossa tentativa falha de aulas de Oclumência, [Apolo toma uma martelada na cabeça: AEEEEEE! A AUTORA SABEEEE!] minha traição de sua privacidade, aquela energia infindável que corre através de nós [Apolo: "...sua porra grudenta..."] – a qual eu pensei ser ódio, mas agora acho que é... Não! Eu não diria amor! É bobo pensar assim. Só porque eu comecei a realmente querê-lo, [Apolo: Ah galera, me poupa...] não quer dizer que eu sinta qualquer coisa além disso. De um jeito ou de outro, eu sempre acordo com o nome dele nos meus lábios, lembranças de sonhos eróticos, umidade no pijama e às vezes até mesmo uma ereção fraca [Apolo: Bizarro...] e que dura apenas alguns golpes ante que eu goze... [Apolo: Tem gosto pra tudo, não é mesmo? *vomita*]

Ele não mudou em nada seu comportamento para comigo nas aulas, é claro: [Apolo: O rapaz é profissional, ao menos...] o mesmo sarcasmo, os olhares, as críticas... Isso é tudo que ele pensa de mim? [Apolo: Use sua super capacidade de legilimência, jumento!] Talvez. Ainda que algumas vezes – quando cruzo com ele em Hogwarts, [Apolo: Huuum, então a relação já chegou ao nível da cópula!] quando o vejo no Largo Grimmauld, quando sinto os olhos dele sobre mim durante as refeições [Apolo: Ele te quer de sobremesa! Acompanhado de uma deliciosa banana com leite condensado na ponta!] – aí eu acho que há mais sob aquele exterior obscuro [Apolo: Procure DENTRO dele, Harry... DENTRO daquela escuridão medonha!] e que seus sentimentos não são tão simples quanto ele tenta demonstrar. [Apolo: Ele TEM sentimentos?!] Se adianta de alguma coisa, eu mudei, e ele deve ter pensado nisso, certo? [Apolo: ...]

Quando voltamos das férias de Páscoa, [Apolo: "...eu trouxe uma lingerie de coelhinho pra ele vir caçar os meus ovos!"] um sentimento previsível – de tempestade iminente – [Apolo: Vai chover? 8D] fica cada vez mais forte e meu aniversário de dezesseis anos parece algo remoto e longínquo, [Apolo: Harry já escolheu a data em que perderá as preguinhas...] não uma realidade que deve ser enfrentada logo. Preciso do ponto de vista de outra pessoa aqui e eu penso em contatar Remus novamente. [Apolo: Não tem amigos? É só com a Mama Remuschetta que tu conversa?!]

Então eu afasto a idéia. Remus foi um dos Marotos, um dos inimigos de Snape. [Apolo: Descobriu a Rota pras Índias!] Remus é muito próximo de Sirius e Severus o odeia com uma paixão figadal, [Apolo: PA-IXÃO. FI-GA-DAL. Paixãofigadal. PAIXÃO FIGADAL AAAAAAAAUKAUKAUAKUAKUAUAKUKUAKUSUAKSUKASUK! A paixão vem do FIGO, galera!] talvez tanto quanto odeia Voldemort. [Apolo: DUVIDO que ele odeie o Voldie com o FIGO. Com o figo é muito mais profundo! Duuuuuuvide-o-dó!] Mesmo que ele tenha se mostrado receptivo às minhas escolhas, não acho que isso se aplicaria ao conhecimento da identidade dessa pessoa; [Apolo: Calaboca! Ele quer até ajudar a avaliar as dimensões do seu futuro pinto-marido!] de fato, tenho certeza que não. Ele teria certeza de que perdi as estribeiras e talvez eu tenha perdido, [Apolo: Dar pro Snape? Que nunca pegou num peito na vida? Naá, magina!] mas eu preciso perguntar a alguém que ao menos vai considerar a hipótese de forma séria e justa, alguém que responderia. Alguém que eu sei que seria objetivo. [Apolo: O Benjamin!]

Não há, tampouco, uma longa lista de conselheiros. [Apolo: Não, e não me inclua nela.] Tento lembrar de meus últimos pensamentos, quando falei com Remus. A pessoa logo abaixo era o Professor Dumbledore. [Apolo: Hummm... tinha que ser né!]

Ousaria eu ter uma conversa com o Direto? [Apolo: Li e achei que ele queria dizer "...com o Enviado". O En... VIADO. Hehehehe...]

“Sente-se, Harry; é bom vê-lo novamente.” Professor Dumbledore diz. [Apolo: "...aqui na mesa branca..."]

Eu escolho uma poltrona confortável de espaldar alto perto de sua mesa e me sento enquanto ele se ocupa, [Apolo: "...pegando os consolos e o KY no armário..."] conjurando o chá e os biscoitos usuais. Estou nervoso, mas totalmente determinado.[Apolo: Vai assumir!] Eu preciso mesmo estar certo sobre alguma coisa da minha vida, tudo é sempre tão indeciso. [Apolo: Mas certeza que cê curte um pinto cê tem!] Seria bom ter certeza ao menos do sexo, [Apolo: NEM ISSO TU TEM?!] para variar, ter apoio de um bruxo mais velho e poderoso; muito bom, de fato. [Apolo: Mulher mais velha é melhor...] Um sentimento morno se espalha pelo meu estômago quando eu imagino numa posição comprometedora, com um braço forte me enlaçando [Apolo: Mulher musculosa, ué!] – o braço de Severus. Eu só consigo imaginar o conforto que traria, é um sonho bom. Reconheço o quanto o quero. [Apolo: Erght...]

“Por que veio me ver, Harry?” [Apolo: "ME ESTUPRA LOGOOOOOOOOOOOO!"]

O ancião está me observando com um sorrisinho nos lábios e com gentileza em seus olhos vívidos. [Apolo: Hum... tá queréééééndo...] Pela primeira vez percebo quão brilhantes e como as cores são vibrantes para um homem de sua idade: [Apolo: Isso quer dizer que o velho tem olhos arco-íris? KAKAKAKAKAKAKA! SAQUEI PORQUÊ!] sempre pensei que gente velha tivesse olhos cansados. Nada parece cansado em Albus Dumbledore: ele irradia poder. [Apolo: Ih, interessou!]

“Eu me perguntei se poderia falar com o senhor sobre a Lei da Sexualidade.” eu começo. [Apolo: AGORA Dumbie se agita!]

Ele assente, sem qualquer sombra de surpresa, ao que parece, então toma um gole de seu chá e espera. Tomo um gole da minha xícara e a pouso no pires sobre sua escrivaninha. [Apolo: "Eu disfarço a hora de peidar, mas ele percebe e os dois fingem tossir pra esconder o barulho..."] Lá vai:

“Conversei com Remus – Professor Lupin – há um tempo atrás e pedi conselhos sobre quem eu deveria escolher para minha primeira vez. Sou um caso um pouco especial, [Apolo: Gays são minoria mas não quer dizer que sejam especiais! -___-] não quero ser responsável por colocar ninguém em perigo por estar comigo.” [Apolo: Tudo lorota pra dar o rabo pro Sgaype!]

Dumbledore assente, mas não interrompe.

“Remus concorda com a idéia de que seria sábio escolher alguém mais velho que eu e poderoso o suficiente para entender os riscos de ser meu parceiro.” [Apolo: A real é que o Remmie te acha passiva o bastante pra ter que ficar com uma bicha poderoooooooosa.]

“Penso que seria, de fato, uma escolha certa de sua parte, Harry. Como você provavelmente [Apolo: "Não te como com certeza, mas há uma certa probabilidade..."] já percebeu agora, idade é um assunto fora de mérito para bruxos. [Apolo: "Eu, por exemplo, tenho três séculos de existência e ainda sou a bicha mais pegadora das redondezas, meu amóor!"] Tendemos a viver um bom período, se me perguntarem.” Os olhos de Dumbledore estavam definitivamente pulsando agora, [Apolo: Como de praxe, frisarei que não devem ser apenas os olhos de Dumbledar que estavam pulsando...] satisfeito pela sua longevidade, ao que parecia. [Apolo: E pela duração dos seus cuecões de cou-ro, mânóóóó!]

“Então cheguei à outra decisão, senhor”, eu retorno. Cheguei ao ponto onde digo que gostaria de estar com um homem, [Apolo: Tá falando com um ENTENDIDO do assunto, Harry! Ele vai te dar as melhores manhas pra dar o anelzinho de couro!] mas as palavras parecem ter-se perdido em algum lugar da minha garganta. [Apolo evita a piada.]

Ele vê minha hesitação e apanha um vidrinho. [Apolo: Agora vem a hora de escolher entre a pílula azul ou a vermelha: A azul te manterá hetero, e você vai começar a pensar em mulher, comer mulher e desejar mulher. Se escolher a vermelha... você se tornará uma bichona de marca maior, pão com ovo, dada e sem escrúpulos, totalmente Elke Maravilha, purpurinada e cheia de amor pra dar! Vamos ver a escolha de Harry! Atenção!]

“Tome um pirulito de limão, Harry. [Apolo: Pronto! Escolheu a vermelha! Aceitou balinha de um velho estranho, esse tá estragado já!] São ótimos pra deixar sua boca molhada [Apolo: QUÊ ISSO! Dá a droga pro cara e ainda fica explicando o que vai acontecer depois!] quando você está falando: ajuda as palavras a fluírem melhor, creio eu.” [Apolo: Pronto, já dopou a vítima.]

Eu tomo um dos doces; nunca pensei neles como dicas de conversa antes, mas estou tentando de tudo. [Apolo: Tô vendo! Tá até dando o cu por hobby!] O gosto azedo do limão acorda minha boca de uma vez e eu chupo feliz o docinho. [Apolo se abstém: KAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA(...)AAAAAAAAAAA(...)AAAAAAAA(...)] Talvez o Diretor não esteja errado em sua devoção a certas coisas, enfim. [Apolo: Cê até entende a devoção dele por pintos né, SUA BORBOLETA!] Eu pigarreio e continuo. [Apolo: Pra liberar passagem, entendi.]

“Eu gostaria de estar com um homem e não uma mulher, senhor.” [Apolo: Cê acha que a autoridade maior de homossexualidade não sacou que cê quer chupar umas piroquinhas?!]

“Ah. Bem, isso é bom, Harry.” [Apolo riu tanto que explodiu em milhões de pedacinhos... depois se juntou em uma só massa líquida e as pessoas o colocaram num rio, e o chamaram de Rio Apolo Gostosão.]

Só isso? Isso é bom? [Apolo: Cê queria o QUÊ do DumbleDAR reagindo à sua revelação de que quer ser uma mariposa colorida cheia de glitter?! Esperava que ele dissesse "Não, homem não é bom. Use seu pinto para algo mais útil, como a reprodução."?! Se liga, Harry!] Bom, não era o que eu estava esperando! Eu acho que é bom, mas não esperei que Dumbledore fosse pensar assim também! [Apolo: Aaaah meu filho... cê nunca reparou o jeitinho que ele batia palmas? Nos olhares constantes para o bundão dos jogadores de quadribol (nunca das jogadoras)? No discurso de 'ninguém é de ninguém' dele para supostamente 'o mundo ser melhor'? Tá olhando demais pro seu umbigo então!] De que time será que ele é! [Apolo: De um bem semelhante ao seu. A única diferença é que ele sabe esconder bem a homossexualidade... já você...] Será que eu quero mesmo saber? [Apolo: TÁ PERGUNTANDO DEMAIS, PORRA!] A surpresa parece ter-me tirado da linha de novo e eu chupo o pirulito furiosamente, [Apolo: Caaaalma se não cê morde sem querer e pode machucar o coitado!] tentando voltar ao ponto.

“Hum, bem, hum….” Oh, deus! [Apolo: Calma, ou cê geme ou cê pensa!]

“Novamente penso que é a melhor coisa que você poderia querer. [Apolo: "Uiiiiiii picas são maravilhas! Picas são lindas! Picas deviam ser propriedade pública! Harry, você vai adorar esse mundo cor de rosa!"] Uma pessoa mais velha, masculina, nesse caso, seria a pessoa com mais habilidade para compreender sua situação única [Apolo: Mulheres mais velhas são bem compreensíveis também... ¬¬] e ajudá-lo a encontrar seu próprio poder mais fácil e o mais completamente que puder.” [Apolo: Saquei a parada. Dumbie foi o iniciador do Snape, por isso ele tá instigando...]

Ufa! Sim, foi mais fácil do que eu pensava. [Apolo: Há! Pensa isso agora! Quero ver na hora de dar o fiofó! Vai é morder fronha, desgraçado!] Eu estava certo! É um alívio saber que Dumbledore pensa como eu, [Apolo: Não era exatamente uma surpresa pra ninguém né, mas...] é sempre bom um apoio, mesmo que eu estivesse completamente certo, é ótimo tê-lo para confirmar. Alguma coisa dentro de mim relaxa ligeiramente. [Apolo: Se fosse fora, ia sujar sua roupinha! ^^]

“Há alguém em sua mente, Harry?” Sua voz é suave, gentil e encorajadora. [Apolo: "VOCÊ, MINHA FLOR!"]

Ah, sim, claro que tenho pensado em alguém ultimamente! [Apolo: Isso, fica revelando tudo enquanto a bicha véia lê seus pensamentos, macaca chita!] Quando o Diretor me observa, com uma expressão de interesse, [Apolo: Dumbledar quer encurtar o caminho e ser ele mesmo o Arrancador de Virgindade do Harry...] paciência e de... conhecimento? Eu sei que vou contar a ele. Eu sempre tenho, com Dumbledore, a sensação que ele sabe – já sabe – não importando se eu contarei ou não, mas que se eu passar por cima do caso e não contar, ele ficaria desapontado. [Apolo está puxando uma linha solta da sua calça.] Eu vim para contar a ele, para perguntar sua opinião e, mesmo depois de tudo isso, é o que farei.

“Há alguém, sim, Diretor.”

Ele ainda espera, seus olhos nunca ondulando ou desviando dos meus, suas sobrancelhas ligeiramente suspensas. [Apolo: Ele tá é desapontado que o Rachador das suas Pregas não é ele!] Ele parece satisfeito em esperar e eu não o sinto me apressar e, surpreendentemente, não me sinto despreocupado também. [Apolo: VAI LOGO.]

“Professor Snape.”

“Ah.”

É tudo o que ele dirá? Aparentemente sim, então, eu continuo.

“Eu gostaria de saber sua opinião, senhor. Se é uma idéia boba, isto é...” [Apolo: "AAAahhhhh eu sei como ele é na cama, meu jovem! Dentro e fora, do lado, até embaixo! Hihiiiiii se é que me entende! Aahhh ele é uma gracinha! Chupa como ninguém! Aquele narigão faz umas cócegas que ajudam na hora H! Achei sua escolha a maaaais cor de rosa de todas! Vai fundo, amiga! E quando estiverem bem íntimas, me chamem pra conferir, kay?"]

“Bem, Harry... Uma idéia boba? Superficialmente, num primeiro olhar, muitos poderiam julgar dessa maneira, é claro. [Apolo: "Quando eu dei a bunda pra ele, as pessoas apontavam na rua e riam! Hoje em dia que saí do meu armário mágico distribuindo pirutos com drogas e glitter, ninguém mais fala nada!"] Todavia, minha visão de Severus Snape é comumente considerada pouco ortodoxa, [Apolo: Traduzindo? Eles se comem.] então você não ficaria surpreso de saber que minha opinião quanto a essa questão não seria a mesma da maioria, eu espero”. [Apolo: "Sabe o que eu acho? VAI FUNDO, COLEGA! Se joga! Empina e bunda e grita XIS!"]

“A respeito de minha opinião sobre ele, é simples: eu confiaria em Severus Snape a minha vida. [Apolo: "E a minha rosca, hihihihihi!".] Ele é uma pessoa complicada e por vezes difícil, mas é forte, um bruxo com quem se pode contar e tem um grande entendimento de vários aspectos da vida [Apolo: Traduzindo? "Ele é um javali na cama."] e da magia; [Apolo: "Quando se veste de fada... huuuum, fica tão graxinha!"] um homem que viveu mais coisas do que a maioria [Apolo: Pai bebum e mãe submissa? Iiiih conheço vários!] e que se tornou meu principal apoio durante as dificuldades destes tempos. [Apolo: Ooown... as duas se apoiaram mutuamente... uma vez uma apoiava, depois a outra... que lindo.] Escolhê-lo como candidato para ser o seu Capacitador, devo confidenciar, foi uma escolha madura [Apolo aponta e faz careta.] e sinto-me feliz ou orgulhoso de vê-lo pensar tão claramente. Duvido até que eu mesmo pudesse ter-me saído com uma idéia tão boa, Harry!” [Apolo: Você se capacitou com uma mulher e não gostou né? Imagino!]

“Há aqueles que crêem ser uma atitude prematura, preocupar-se com tal coisa por agora, já que não há lei alguma ditando que você deva perder a virgindade aos dezesseis, mas, [Apolo: "...o fogo no rabo geralmente começa aí."] novamente, não podemos evitar vê-lo como um caso um tanto quanto especial.” [Apolo: Harry já pensa em pintos há muito tempo, só pensou em agasalhar um com o cu agora.]

“Eu não havia pensado muito em sexo antes, senhor.” [Apolo: HAAAAAAAAAAAAAA! TÁ BOM! E EU SOU A MARIAH CAREY!] Admiti. “Mas quando Ron e Hermione se cobriram de grude...” [Apolo: "Me deu um tesããããããão aquela coisa presa, sufocante... você tem um saquinho de supermercado aí?"]

“Grude?” Dumbledore perguntou. “Quer dizer que eles foram pegos pelo Sistema de Segurança?” [Apolo: "Não, era o gozo do Ron mesmo... ele gozou que nem um chafariz... acho que meu amigo é um alien, professor!"]

“Hum… É, se é isso que eles são. Voltaram da torre cobertos de grude azul.”
Dumbledore riu, então tomou outro gole de chá para se acalmar novamente e se concentrar no importante assunto de Harry Potter. [Apolo: Tipo, dispersou total.]

“De qualquer forma, fez-me pensar... Sobre meu futuro e como eu não gostaria de pôr ninguém em perigo. Eu não quero pôr o Professor Snape em perigo, é claro.  [Apolo: Snape tá a anos no siuviço, não vai ter problemas em namorar um zé bosta que nem você! =D] Mas de uma certa forma, penso que ele está acostumado a isso e que entenderia e enfrentaria melhor que qualquer um. [Apolo: Olha as desculpetas esfarrapadas...] Bem, exceto talvez, é claro, do senhor.”

“Hum, obrigado por sua confiança em mim, Harry. Entretanto, [Apolo: "...eu já tenho dono! Ele morreu, mas eu continuo me aliviando sexualmente com seu cadáver."] duvido que você me tome como opção para a escolha de seu Capacitador,  [Apolo: "Eu não tenho pênis, Harry... eu sou um anfíbio muito bonito."] seria algo muito grandioso [Apolo: AAAAAAAAAH MAS TÁ BOTANDO MUITO CHARME NO PRÓPRIO PAU NÉ? AAAAHHH MA VÁÁÁÁÁI BONITÃO!] e passível de falhas, não acha?” As sobrancelhas de Dumbledore desapareciam sob seu chapéu de bruxo e seus olhos cintilavam loucamente agora. [Apolo: Tá quase se atirando pra cima do menor de idade!]

Estou um pouco preocupado se eu teria de alguma forma o insultado, [Apolo: Magina! Só pediu pra ele informações sobre os órgãos genitais alheios e se você devia se envolver sexualmente com eles, mas fora isso, sussa! (y)] mas quando encaro os olhos de Dumbledore, vejo em seus olhos reveladores que ele está brincando comigo. [Apolo: "Brincando o cacete! Tira a roupa! Chupe-me!"] Sorrio.

“É, bom... Eu só pensei que talvez fosse uma boa idéia ter tudo isso refletido. [Apolo: O velho podia tá vendo um bom filme pornô e o PENTELHO do Harry Potter aparece pra falar de macho... aff...] Acho que poderia me ajudar, com tudo o mais acontecendo, sabe?” [Apolo: "Não tem pinto pra todo mundo!"]

“Sim, eu sei, Harry, e concordo totalmente com você. Além do quê, eu acrescentaria que sinto a densidade das coisas aumentando, [Apolo: KKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAKAK! É MESMO?] a guerra se aproxima. Eu preferiria vê-lo ter seus poderes aumentados o mais rápido possível. [Apolo: "Dê o rabicó para salvar a humanidade, Harry! Rápido! Leve meu vidro de óleo de girassol e meu pote de manteiga! Corra! Talvez você encontre Snape pondo seu pijaminha da Hello Kitty!"] Se algo acontecer de repente, precisaremos de seus poderes completos, Harry. E ajudaria ter alguém servindo de apoio que esteja tão intimamente ligada a você. [Apolo: Psiu, leitores! Segredinho: O sonho do Dumbledar é ver o Harry e o Snape se pegando, aquela coisa aluno-professor, rivaiszinhos do Rebelde, etc. Não caiam nesse papinho não!] Repito, Severus pode ser uma escolha pouco convencional, mas concordo que é uma alternativa muito boa.” [Apolo: (y)]

Deixo escapar um suspiro enorme de alívio. [Apolo: "Agora que a minha cafetina aceitou o meu amor, nada mais vai me segurar. Sapucaí, AÍ VOU EUUUU!"] Não poderia ter esperado notícias melhores. Quando entrei no escritório e me sentei, [Apolo: "...doeu um pouquinho, mas eu me acostumei e logo estava cavalgando como uma índiazinha nudista dos Alpes!"] estava nervoso porque me aterrorizava a idéia de ser motivo de piada, [Apolo: Naaaaááá, imagina! Te dou todo o apoio de sair de mãoszinhas dadas com o Sgaype, no meio do Grande Comedor, chacoalhando sua barriga falsa de gravidez (que no caso seria uma almofada velha).] ou que me dissessem que estava completamente fora de questão. Ter a aprovação de Dumbledore foi mais do que eu havia esperado, se eu for honesto.

“Bem, isso é bom, Professor,” Digo. “Você e eu parecemos concordar, agora o problema é só o Professor Snape.” [Apolo: "Se ele não concordar, sempre dá pra amordaçar nossos amores!"]

Só! Ha! [Apolo: HAAAAAAAAAAAAAAAAAAA PEGADINHA DO MALAAAAAAAAANDRO!] Como se alguma coisa envolvendo Snape pudesse ser ‘só’ um problema.

“De fato,” Dumbledore concorda e parece um tanto solene agora. [Apolo: "Esqueci que aquela bicha era raivosa."]

“Veja, eu sempre pensei que Professor Snape me odiasse , senhor.”

“Oh, não! Eu não diria isso, Harry! Professor Snape é, como disse, um homem um tanto quanto difícil, [Apolo: "Demora, demora, mas ele dáááááá!"] mas não creio que ele tenha verdadeiramente passado impressão.” [Apolo: Ah não, imagine! QUÉ IIIIIISSO! Impressão de todos os bilhões de leitores da série!]

Bem, eu acredito que sim. Até recentemente eu estava convencido disso. Acho que teria algo a ver com o fato dele me ver como uma cópia do meu pai. [Apolo: Snape, pensa assim: Você vai enrabar O FILHO BICHAMASTER do seu grande rival... QUE ESTÁ MORTO! OOOHOHOHO! =B] Espero apenas que ele não me veja mais assim. [Apolo: "Si naum eu vown xolah! ;'O"]

“A melhor coisa a se fazer, Harry, é você ir ver o Professor Snape. Contar a ele sobre sua escolha. [Apolo: Essa eu quero ver.] É melhor vir diretamente de você, é algo entre vocês dois, afinal. [Apolo: AAaah não, eu acho que a Minerva tinha que ir lá contar!] Asseguro que ele não o odeia. Oh, e se representa qualquer encorajamento: sim, ele realmente prefere homens.” [Apolo levanta placa: EU JÁ SABIA.]

Qualquer encorajamento? Ah sim... Estou encorajado. Estou nervoso, assustado, amedrontado, acabrunhado... mas estou encorajado também! Merlin! [Apolo: "Ai meu Santo Laquê, minha Santa Chapinhaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!"]



Nota da Tradutora: Queria agradecer sinceramente à Mikage-Sama, Lís (ah, mas convenhamos que homens velhos ruleiam!), Srta. Black (muito obrigada!), Tachel (tudo bem, perdoamos! ), Christina W Snape (concordo plenamente! E não vai demorar muito não!) e Lyra Belacqua (tudo bem, moça, amamos o seu review!).  [Apolo: "...ao padeiro, ao peixeiro, ao entregador de leite, ao ordenhador da vaca, à VAQUINHA, à Dona Lucinda..."]
Beijos e até próxima sexta.
Rebecca Mae
[Apolo: Abraço, mãe!]
Apolo pede uma pizza.
Add a Comment:
 
:iconfabyxd:
FabyxD Featured By Owner Apr 18, 2011
*faby vomitou tanto que desmaiou*
Reply
:iconvingadoresdofandom:
vingadoresdofandom Featured By Owner Apr 18, 2011
Apolo foi chamar o SAMU.
Reply
:iconfabyxd:
FabyxD Featured By Owner Apr 20, 2011
Sério Apolo, não quero ver quando chegar a hora em que os dois fazem Sexo.
*vai vomitar o café da manhã*
Reply
:iconvingadoresdofandom:
vingadoresdofandom Featured By Owner Apr 20, 2011
Apolo diz: Relaxa, a gente não vai ripar até chegar nessa parte. EU não vou pelo menos :D
Reply
:iconfabyxd:
FabyxD Featured By Owner Apr 22, 2011
Realmente, vai ser bom não ripar, pq dai só vai pra pior...
Reply
:icontiaio:
TiaIo Featured By Owner Jul 25, 2008
"Paixão Figadal"...isso vem doi figado?
*abraça Alex*
-Te amo com o figado!!!

*respira*
[Apolo: "Dê o rabicó para salvar a humanidade, Harry! Rá;pido! Leve meu vidro de óleo de girassol e meu pote de manteiga! Corra! Talvez você encontre Snape pondo seu pijaminha da Hello Kitty!"]

"Tema da minha próxima fic: Como o Harry deu o C* pra salvar a humanidade"
Reply
:iconvingadoresdofandom:
vingadoresdofandom Featured By Owner Jul 26, 2008
Céci: IUHSAUISAHISAHISAHSAUIA!
Reply
:icontiaio:
TiaIo Featured By Owner Jul 25, 2008
[Apolo: WELCOME TO A ADOLESCÊNCIA!]

Severus Snape. [Apolo: YYYYYYYYYYYEEEEEEEEEECCCCCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!]*Tia Io mostra dedo do meio pro Apolo*

[Apolo: Isso quer dizer que o velho tem olhos arco-íris? KAKAKAKAKAKAKA! SAQUEI PORQUÊ!]*Tia Io morre*
Reply
:iconvingadoresdofandom:
vingadoresdofandom Featured By Owner Jul 26, 2008
Céci: Você é tipo, HIPER fã do Snape, Tia Io? *pergunta idiota, mas nao custa nada. =D*
Reply
:icontiaio:
TiaIo Featured By Owner Jul 27, 2008
YEEEEAAAHHH!!
SEVVIE 4EVER!!
*apeixonada*
Reply
Add a Comment: